1. Você está em: Inicial
  2. Artigos
Harmonizações
Dicas para usar glitter alimentício em suas receitas
Profissionais ensinam como você pode incrementar criações com o Glitter Mix

Ser profissional do mundo doce não é só pensar naquela massa fofinha, o recheio perfeito, a cobertura mais deliciosa. A decoração é um elemento-chave para conquistar o cliente, a família ou os amigos.

O mercado está cheio de opções, dicas e novas técnicas que não param de surgir. E uma que veio para ficar é o uso do glitter para fazer suas criações brilharem, literalmente. O mais importante nestas situações é garantir a segurança, utilizando opções de glitter comestíveis e que não fazem mal à saúde.

Com uma composição especial a partir de base vegetal, o glitter alimentício Mix é uma ótima opção para ser aplicado na confeitaria, chocolateria e panificação. Ele garante estabilidade, cor e estrutura, pois usa a tecnologia Drum Dryer, garantindo um brilho duradouro por muito mais tempo. O produto é muito versátil e foi lançado no mercado em cinco opções de cores: Ouro, Candy, Cherry, Sky e Blue.

Para te ajudar a utilizar mais esta ferramenta criativa, convidamos três cake designers para dar dicas de como você pode inovar e surpreender com o glitter Mix, confira:

• Dressed Cake

Para a confeiteria e cake designer Socorro Castro Gondim, o glitter comestível da Mix harmoniza muito bem com a linha de chocolates Selecta. Um das opções é na finalização de bombons e trufas. É só aplicar o glitter antes do chocolate cristalizar para dar um belo toque final.

Segundo a profissional, o produto pode ser aplicado diretamente na forma para chocolate. Coloque o glitter na forma antes de adicionar o chocolate e, em seguida, prepare seu bombom normalmente.

Um dos bolos do momento, o Dressed Cake, também pode receber um toque de glitter para fazer ainda mais sucesso. Na hora de criar o revestimento de chocolate do bolo, fique atento às dicas da profissional:
“Coloque o glitter comestível da Mix na placa de acetato decorada. Em seguida, adicione o chocolate Selecta derretido por cima, espalhando por toda a placa. Quando começar a cristalizar, aplique a placa de acetato no bolo e leve para gelar. Depois, é só retirar normalmente a placa de acetato.”

• Glow Cake

Para a cake designer Claudia Thomaz o glitter Mix é ótimo para fazer detalhes interessantes e destacados, pois não derrete nem altera a consistência com o tempo.

Além disso, é perfeito para criar glow cakes, bolos brilhantes e sofisticados que são uma tendência na confeitaria.

Para criar um glow cake perfeito, Claudia dá dicas bem valiosas. Primeiro, faça flocos menores do glitter, amassando ele com uma colher na peneira. Isso garante a consistência ideal para dar o efeito desejado.

Em seguida, blinde o bolo com uma cobertura que esteja na mesma paleta de cor do glitter, de preferência, uma ganache, chantininho ou chantilly. Por exemplo, se você for utilizar o glitter vermelho, o ideal é que a cobertura do bolo também seja em tom de vermelho, para o efeito glow ser ainda melhor.

Outra sugestão da profissional é que, antes de colocar o glitter dentro da bombinha, tire o canudo que fica dentro dela.Para aplicar o glitter em toda a extensão do bolo, utilize a bombinha de cabeça para baixo. Pronto! Nunca foi tão fácil brilhar.

• Docinhos e trufas brilhantes

O culinarista Selecta Chocolates e professor de gastronomia Vinicius Coutinho nos ensina duas dicas para dar uma aparência sofisticada a docinhos e trufas com o Glitter Mix.

Para aplicar o glitter em trufas, após temperar o chocolate, o chocolatier mela as mãos com o chocolate e envolve as trufas uma a uma nas mãos. Este procedimento é realizado três vezes, para criar uma camada bem expressiva de chocolate nas trufas.

“Na terceira camada, antes que seque a superfície da trufa, eu as coloco em um recipiente com glitter. Assim, o gliter irá ficar bem fixado às trufas.”

Outra sugestão de aplicação do glitter é na calda caramelizada. Basta envolver o glitter no docinho que deseja caramelizar , espetar um palito e levar ao freezer por 30 minutos para que o glitter atinja uma certa têmpera (fria), suportar a temperatura da calda e não dissolver.

“Assim, você consegue manter o brilho do glitter na calda caramelizada”, explica.

 

Tags
Glitter